2. EVANGELHO DA GRAÇA

Vivendo na Graça Sobre Graça

Estamos vivendo em um tempo glorioso, quando o Senhor Jesus Cristo está derramando sobre o Seu povo uma chuva de graça sobre graça. Durante estes últimos três anos tenho me dedicado a buscar o entendimento do Evangelho da Graça, trazido por Jesus e pregado pelo apóstolo Paulo. Na nossa igreja local, em encontros e comunidades de outros estados do Brasil, também temos compartilhado e impartido esta graça maravilhosa. Meu desejo é que você também retenha o Espírito da Graça (Hebreus 10:29).

O Evangelho de João traz uma revelação e impartição que mudará completamente a sua vida, quando crer na Palavra. “E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, CHEIO de graça e de verdade, e vimos a sua glória, glória como do unigênito do Pai”. (João 1:14). “… a graça e a verdade vieram por meio de Jesus Cristo”. (João 1:17b). O Verbo de Deus, a Palavra, que existia e habitava com o Pai antes que houvesse mundo, se fez carne em Jesus e andou entre nós como o Filho do Homem. E Ele era cheio (no grego, PLENO) de graça e de verdade.

Lendo o Evangelho você poderá perceber o olhar de Cristo para aquela mulher surpreendida em adultério, no período da Festa dos Tabernáculos, e notará que era um olhar de graça (João 8:1-11). Ele não veio julgar o mundo, mas salvá-lo. Deus amou o mundo, a humanidade, mesmo sendo todos pecadores. Isso é graça!…

Você perceberá o quanto Jesus transbordava de graça e verdade em Suas palavras, ensinamentos e ações: “Responderam eles: Jamais alguém falou como este homem”. (João 7:46). “Todos lhe davam testemunho, e se maravilhavam das palavras de graça que lhe saíam dos lábios…” (Lucas 4:22). Jesus era tão pleno de graça e de verdade que, quando Ele ensinava, as pessoas ficavam como que hipnotizadas, extasiadas e atraídas por Ele. “E eu, quando for levantado da terra, atrairei todos a mim mesmo”. (João 12:32). Há um magnetismo espiritual operando aqui. Sim, este é o termo, atraídos para Ele, pela Luz, Verdade, Palavra, Graça e Amor.

Ao ler o Evangelho segundo João, você também será atraído, como por um ímã, a penetrar no coração do Pai, por meio de Jesus Cristo.

A Era do Reino: o tempo da Graça sobre Graça

Aqui está o coração desta mensagem, e que está baseada no texto de João 1:15-18, que transcrevo abaixo:

João” (o batista) “testemunha a respeito dele e exclama: Este é o de quem eu disse: o que vem depois de mim tem, contudo, a primazia, porquanto já existia antes de mim. Porque todos nós temos recebido da Sua PLENITUDE e GRAÇA SOBRE GRAÇA. Porque a lei foi dada por intermédio de Moisés; a graça e a verdade vieram por meio de Jesus Cristo. Ninguém jamais viu a Deus; o Deus unigênito, que está no seio do PAI, é quem o revelou”.

Este texto associa três palavras chaves: Plenitude, graça sobre graça, e a revelação, intimidade ou conhecimento do PAI. E estas três palavras estão associadas entre si. A revelação e vivência da graça sobre graça nos conduzem a um novo nível de aproximação e comunhão com o Pai, levando-nos a participar da Sua Plenitude.

Há um nível maior de graça no Reino: “O Senhor terá que trazer a graça do Reino, maior do que a graça na Era da Igreja. A graça na Era da Igreja trazia o perdão e a purificação. A graça na Era do Reino se estende até o Senhor, para o milagre de se TORNAR e SER aqueles que realmente cumprem ou realizam a vontade de Deus na Terra”. (JRS – A Motivação é a Questão). Na Era da Igreja recebemos a graça para nos apropriar do perdão de nossos pecados. A purificação pelo sangue de Cristo operou em nossas vidas. Também pela graça recebemos os dons e ministérios operados pelo Espírito Santo através de nós. Mas, vem a hora e já chegou, quando Deus operará em nossas vidas a Sua graça sobre graça, uma porção ainda maior, dobrada, para entrarmos em Sua plenitude e na realização das obras maiores. Crês nisso?

A LEI foi dada por intermédio de Moisés; mas a graça e a verdade vieram por meio de Jesus Cristo. O que representa a Lei? É o esforço humano para alcançar a perfeição (Gálatas 2:16). E todos os que viveram pela fé, no Antigo Testamento, não alcançaram o cumprimento pleno da promessa, mas morreram na esperança. A Graça é a capacitação divina, Seu poder em nós, operando para nos conduzir à perfeição e plenitude. A lei era a “sombra” de coisas espirituais, não a imagem real ou nítida delas. Jesus trouxe a realidade, a Verdade que projetou a Sua sombra no Antigo Testamento.

A Lei representa a obrigação e responsabilidade humana para com Deus – o esforço humano para se tornar justo e aceito por Deus. Você foi salvo por obras da lei ou por esforço humano? Foi salvo porque creu e recebeu o Filho do Homem em seu coração.

Caso queira a mensagem completa, estou disponibilizando o arquivo PDF abaixo. Também o áudio da ministração da menagem em um Encontro. A graça do Senhor Jesus Cristo seja com o vosso espírito.

Ouça a mensagem “O Evangelho da Graça”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *